"Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, todos vão entender que dinheiro não se come". ( VALDOMIRO MAICÁ)

domingo, 6 de março de 2011

Tucumã


Grande palmeira, alcança de 10 a 15 metros de altura, sempre provida de espinhos longos, dispostos na metade superior do tronco. Produz um fruto, cujo mesocarpo amarelado e oleoso é muito apreciado pelo caboclo local, acompanhado de farinha de mandioca. Suas folhas, maceradas, fornecem uma fibra resistente utilizada no artesanato de malhadeiras e redes de dormir.

O fruto tem grande valor nutritivo, e pode ser consumido na forma de sorvetes, doces e compotas. Com a polpa, pode-se preparar o "vinho de tucumã".

Conhecida popularmente como:  Tucum ou tucumã-açú.

Nome popular: Tucum, Tucumã-açú.
Nome científico: Astrocaryum aculeatum
Família: Palmaceae

Tipo de fruta da região amazônica, encontrada em grandes cachos, protegidos por espinhos.

Tem forma arredondada, casca firme que só pode ser retirada com o uso de faca, polpa de cor alaranjada, bastante dura e muito fina, com o caroço desproporcionalmente grande.

O caroço possibilita a confecção de artesanatos como a biojóia (anéis de tucumã revestidos com ouro e/ou prata)

.É uma excelente geração de renda!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

siga o blog