"Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, todos vão entender que dinheiro não se come". ( VALDOMIRO MAICÁ)

sexta-feira, 16 de março de 2012

Brasil se prepara para ser a âncora verde da agricultura no mundo

 

O diretor-presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Pedro Arraes, apresentou ontem (14/03/12), na sede da empresa, em Brasília (DF), as ações prioritárias para 2012 com foco principal na agricultura verde. Segundo ele, esse é o momento de investir em ferramentas tecnológicas que possam garantir ao país a posição de âncora verde, em termos de agricultura em todo o mundo. "Elegemos esse ano na Embrapa como o ano da Agricultura Mais Verde. Precisamos focar no futuro, no que gerar e no que vamos disponibilizar para o agricultor para garantir o futuro de todos. Muita pesquisa e muito trabalho serão necessários para isso."


Dentre as várias ações, Arraes destacou uma das mais estruturantes que diz respeito a técnicas de georreferenciamento que vão possibilitar entender melhor a dinâmica da agricultura. "Precisamos saber exatamente sobre o uso da terra no Brasil, como a agricultura está e o que está sendo plantado em todo território brasileiro, a fim de que o governo possa ter subsídios para investir em políticas públicas voltadas mais para a sustentabilidade e ao aumento da produção", ressaltou.

Arraes destacou também a inserção da Embrapa no programa de transparência do Governo Federal. "Estamos abraçando o programa. Sabemos que é preciso mudar a cultura e avançar em algo mais inovador, disponibilizando as informações necessárias para a sociedade. É uma forma de mostrar o quanto a Embrapa é transparente em todos os seus procedimentos", afirmou.

Para o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, que esteve presente no evento, é uma honra como cidadão brasileiro e como homem público ter a Embrapa como empresa brasileira referência no mundo todo. "A Embrapa é fundamental para o Brasil. Ela tem sido decisiva para garantir o crescimento da renda, diminuição da miséria e melhora na qualidade de vida dos brasileiros", destacou.

O deputado federal e presidente da Frente Parlamentar da Pesquisa e Inovação, Paulo Piau, parabenizou a Embrapa pelo programa. "Investir em uma agricultura mais verde é o caminho para garantir uma agricultura de mais qualidade, com menos agrotóxico e mais saudável para todos", comentou.

O presidente da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), Márcio Freitas, ressaltou o fato de a instituição poder contribuir para o sucesso do plano de ação. "A Embrapa é amiga do cooperativismo brasileiro. Em 2012, 44% da produção agrícola passará pelas cooperativas agropecuárias e não podemos ficar de fora dessa empreitada", afirmou.

O plano de ação

O foco do plano de ação está baseado em quatro pilares: "Fortalecendo a Gestão", "Fortalecendo a Pesquisa, o Desenvolvimento e a Inovação", "Fortalecendo e Consolidando a Transferência de Tecnologia" e "Fortalecendo a Transparência e a Eficiência na Gestão". O objetivo é fortalecer e reconhecer as ações em benefício de uma agricultura mais sustentável.

Para saber mais detalhes da ação, acesse a página da Embrapa na internet: www.embrapa.br.

FONTE

Embrapa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

siga o blog