"Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, todos vão entender que dinheiro não se come". ( VALDOMIRO MAICÁ)

sábado, 19 de maio de 2012

Plano de Outorga Florestal aberto a consulta pública até 15 de junho


O Serviço Florestal Brasileiro (SFB) abriu, para consulta pública, o Plano Anual de Outorga Florestal (PAOF) 2013, documento elaborado anualmente com o objetivo de planejar a produção florestal sustentável por intermédio da concessão de florestas públicas. O documento descreve as áreas que poderão ser submetidas à concessão meio pelo qual empreendedores podem ter acesso a florestas públicas para praticar manejo florestal sustentável e explorar produtos e serviços - entre janeiro e dezembro do próximo ano.

Além das áreas em Florestas Nacionais (flonas), o plano destaca duas áreas de florestas públicas não destinadas de domínio da União com interesse do SFB para a concessão nos estados do Acre e Amazonas. O PAOF traz, ao todo, 14 áreas - entre flonas e áreas não destinadas - que somam cerca de 3,2 milhões de hectares com aptidão para o manejo.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Cerrado traz esperança para saúde humana


O Cerrado é o segundo maior bioma do Brasil. Suas plantas e árvores são muito resistentes à seca, mantendo um ecossistema único no mundo. Pesquisadores da Universidade de Brasília(UnB) estão conseguindo identificar plantas que podem contribuir na fabricação de medicamentos que serão úteis aos seres humanos.





Links referenciados

Universidade de Brasília
www.unb.br

terça-feira, 8 de maio de 2012

Dia dos Impactos Climáticos mobiliza mais de 100 países





Do Brasil ao Paquistão, dos Estados Unidos ao Japão, mais de mil eventos marcaram o dia cinco de maio de 2012 como um momento de reflexão e de divulgação da relação entre fenômenos climáticos extremos e o aquecimento global. O aumento da frequência de eventos climáticos extremos, somado aos anos de descaso do poder público com a ocupação irregular de encostas e beira de rios, resultaram na morte de 900 pessoas no Brasil no ano passado, segundo dados do Escritório das Nações Unidas para a Redução de Riscos de Desastres (UNISDR).

Por sua vez, nos Estados Unidos, ocorreram 12 eventos climáticos extremos que causaram prejuízos de US$ 1 bilhão cada, e em muitos estados os meses de janeiro a outubro foram os mais úmidos da história. No Japão foram registrados recordes de precipitação, e na China, o rio Yangtze sofreu uma seca jamais vista.

Em 2010, a Rússia teve o verão mais quente em séculos, e a Austrália e o Paquistão tiveram recordes nos índices de chuva, e em 2003, a Europa teve seu verão mais quente em pelo menos 500 anos.

Ministra Izabella Teixeira defende veto de Dilma ao Código Florestal


A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, voltou a defender ontem (07/05/12) que a presidente Dilma Rousseff vete o texto do novo Código Florestal, aprovado pela Câmara dos Deputados em caráter final, em abril. "A posição da ministra é pelo veto. Não tenho nenhum problema em dizer isso", esclareceu Izabella Teixeira, que participou de um debate sobre a Carta da Terra, uma declaração de princípios éticos voltados à construção de uma sociedade global sustentável, no Senado Federal.




A ministra demonstrou preocupação com os problema socioambientais que o texto aprovado pela Câmara pode causar. Ela defendeu o texto aprovado pelo Senado Federal, que acabou sofrendo grandes modificações na votação da Câmara. "Acho que temos que respeitar todo trabalho feito nesta Casa [Senado]. O trabalho foi muito bem feito naquilo que as condições democráticas ofereciam ao debate, mas precisamos ser responsáveis em relação ao veto". Para ela, "os problemas socioambientais não podem ser empurrados com a barriga".

População e meio ambiente seguem lado a lado


As mudanças demográficas que ocorrem no mundo e o consumo sem precedentes que as acompanha colocam o planeta em perigo, alerta um novo estudo divulgado às vésperas da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20). Pouco antes da Cúpula da Terra, realizada em 1992 no Rio de Janeiro, algumas nações industrializadas, e especificamente os Estados Unidos, foram criticadas por consumirem em um nível obsceno os recursos finitos do planeta, entre eles alimentos, água e energia. O consumo insustentável destrói gradualmente o mundo, alertavam ambientalistas naquela ocasião.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Convite do Greenpeace Brasil

A revanche dos indignados: contamos com você.

Após a aprovação do Código Florestal na semana passada pela Câmara dos Deputados, ativistas online ficaram em polvorosa. #vetatudoDilma circula velozmente pelas redes sociais.
O Congresso demonstrou que se divorciou de vez da opinião pública que deveria representar por isso resta à Dilma uma única alternativa de vetar tudo.
Uma outra forma de dar a revanche a todos aqueles que articularam para destruir as florestas é compartilhar as formas de ação para coletar assinaturas pela lei de Desmatamento Zero. Divulgue hoje para pelo menos 10 amigos.
Divulgue a Campanha
Para aqueles que como você, se preocupam com a proteção das florestas e com o exercício do poder pelos cidadãos, a revanche vai vir com uma força tarefa para coletar1,4 milhão de assinaturas pelo Desmatamento Zero. Mais do que nunca, as florestas brasileiras precisam de você, participe!

siga o blog