"Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, todos vão entender que dinheiro não se come". ( VALDOMIRO MAICÁ)

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

obrigado ao homem do campo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

siga o blog